Primeira morte no Brasil pela variante Ômicron é registrada em Goiás

1588
Foto: Pixabay

Vítima de 68 anos era portador de doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial

O Brasil confirmou a primeira morte causada pela variante ômicron da covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia, em Goiás. A vítima é um homem de 68 anos que estava internado e era portador de doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. Ele estava vacinado com as duas doses A confirmação foi realizada pelo programa de sequenciamento genômico do município.

Até o momento, a prefeitura de Aparecida de Goiânia identificou 55 casos da Ômicron na cidade. Segundo a administração municipal, o nível de prevalência da variante já é responsável por 93,5% dos casos.

Os primeiros casos da variante foram registrados em 12 de dezembro. A prefeitura informou que a Ômicron chegou a uma situação de transmissão comunitária há dez dias, no município.

“Perdemos um paciente vacinado, mas que tinha problemas crônicos de saúde, que são importantes fatores de risco da covid-19. Infelizmente, ele não resistiu. Uma vida perdida em meio a milhares salvas pela imunização”, afirmou o secretário de saúde do município, Alessandro Magalhães.

Até ontem, o Ministério da Saúde registrava 265 casos da variante ômicron e 580 possíveis diagnósticos positivos em investigação e nenhum óbito.