Mulher tem 40% do corpo queimado e foge andando para pedir socorro, em Betim

1558
mulher conseguiu ir andando até pedir socorro. Foto: Google Maps.

Próximo ao local do crime, foi verificada a existência de circuito de segurança que pode auxiliar na investigação para encontrar o autor, que ainda não foi localizado

Uma moradora de rua sofreu na madrugada desta quarta-feira (7), um ataque brutal no bairro Brasiléia, em Betim. Ela relatou que o agressor queria se vingar dela, então ateou fogo em seu corpo.

A vítima estava em uma biqueira no bairro Riviera, quando o homem alegou estar sabendo que ela teria falado da esposa dele. Então a levou para um terreno baldio e começou a agredi-la com chutes e socos no rosto, até que jogou álcool na mulher e ateou fogo, após isso o agressor fugiu.

A mulher de 53 anos caminhou gravemente ferida até a rua Inspetor Jaime Caldeira, onde foi encontrada caída ao chão por policiais militares, apresentando, inicialmente, sangramento na cabeça e várias queimaduras pelo corpo.

Os oficiais acionaram as equipes do SAMU que constataram queimaduras 2º e 3º grau na cabeça, face, tórax, costas, pernas e braços, corte profundo na testa, além de trauma no olho esquerdo.

A vítima foi enviada ao Hospital Regional de Betim, consciente e estável, mas agitada, realizou cirurgia e permanece internada com 40% do corpo queimado. O caso foi encaminhado para a 4º Delegacia de Polícia Civil de Betim, um inquérito foi instaurado e a moradora de rua será ouvida após liberada do hospital.

Confira abaixo a nota da Polícia Civil na íntegra:

Sobre essa ocorrência, registrada nesta madrugada (7/7) em Betim, a Polícia Civil de Minas Gerais informa que, até o momento, não houve conduzido. Sem o encaminhamento de vítima ou suspeito. Um inquérito policial foi instaurado e os fatos serão apurados pela 4a Delegacia de Polícia Civil em Betim. A vítima tão logo liberada pelos médicos será ouvida. Outras informações serão repassadas em momento oportuno. 

*Estagiária sob supervisão de Sara Lira