Homem suspeito de mandar matar empresário foge e sua esposa é presa em Betim

2459
O empresário era conhecido em Betim. Reprodução: Gira Betim.

O homem, que também é empresário em Betim, seria um dos melhores amigos da vítima e frequentava a casa dele, segundo a PM

A Polícia Militar em uma operação conjunta com a Polícia Civil de Minas Gerais, prendeu, nesta quinta-feira (22), a esposa do homem suspeito de mandar matar o empresário Felipe Bessa Silva, assassinado a tiros em abril deste ano, em Betim.

Nesta quarta-feira (21/7), a justiça liberou um mandado de prisão para o suspeito. Quando os policiais chegaram na casa, foram recebidos pela esposa dele, que negou a presença do homem em casa no momento da batida.

Após isso, com a ajuda de um vizinho, morador do mesmo bloco, o casal fugiu às 22h30, deixando com este, uma arma de fogo. Na manhã de hoje, a esposa do suspeito retornou ao apartamento e foi surpreendida pela polícia, que voltou ao local com o mandado.

Ela e o vizinho foram presos. Eles irão responder por acobertarem o mandante, por porte ilegal de arma de fogo e fraude processual em favorecimento pessoal. A polícia recolheu materiais que podem conter informações sobre o crime cometido e do paradeiro do foragido.

Materiais apreendidos com os suspeitos. Foto: PMMG/ Divulgação.

Mas a história não termina aí. De acordo com a Polícia Militar, após o assassinato do empresário de 38, feito por dois rapazes, um dos atiradores teria contado para outras pessoas que tinha matado o comerciante.

Ao tomar conhecimento disso, o suposto mandante do assassinato enviou um dos integrantes da dupla para matar o outro rapaz que estaria contando vantagens de ter tirado a vida do empresário, como queima de arquivo. Este, que teria sido enviado pelo amigo do falecido, foi preso hoje em Itatiaiuçu.

Na residência do casal, foram apreendidos seis telefones celulares, além da arma entregue ao vizinho e 23 balas de revólver.

A polícia segue investigando o caso.

RELEMBRE O CASO

O empresário foi morto a tiros no dia 1º de abril, dentro do próprio estabelecimento, no bairro Angola, em Betim. Felipe Bessa Silva tinha 38 anos e chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

De acordo com as informações repassadas, o autor do crime chegou até o estabelecimento que estava fechado, gritou por Felipe e realizou cerca de seis tiros, segundo a Polícia Militar, três acertaram a vítima. Após efetuar os disparos, o suspeito fugiu a pé.

No local do crime, haviam a esposa do empresário, o filho de apenas oito anos e alguns funcionários do bar.

O comerciante chegou a ser socorrido pela esposa e por terceiros, ao ser levado para o Hospital Regional, deu entrada no o bloco cirúrgico, mas não resistiu e morreu durante o procedimento.

Ainda não se sabe a motivação do crime, mas imagens da câmera de segurança da rua, mostram um homem de mochila nas costas, magro, usando boné e chinelo.

*Estagiária sob supervisão de Sara Lira