Homem é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 14 anos

1839
Polícia Civil em Betim. Foto: Google Maps.

O pai da menina ainda a mantinha em cárcere privado e a ameaçava de morte

Um homem de 36 anos foi preso em flagrante no último sábado (27), suspeito de estuprar e engravidar a própria filha, de 14. Segundo a polícia, ele ainda mantinha a menina em cárcere privado e a ameaçava de morte. O crime aconteceu no bairro Charneca, em Betim. A criança já tem um ano de idade.

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil, as investigações foram iniciadas na última quinta-feira, dia 25 de março, quando a tia da adolescente procurou a Delegacia Especializa de Atendimento à Mulher (Deam) de Betim. A equipe foi até o local informado e realizou a prisão em flagrante do suspeito, que tentou resistir contra a abordagem policial.

A tia informou que os abusos começaram em 2019, e que o bebê da menina nasceu em março do ano passado. A mulher entregou à Polícia Civil um vídeo gravado pelo irmão mais velho da vítima, contando as ameaças de morte sofridas pelo pai.

A mãe da vítima havia informado à polícia em 2019, que a gravidez da filha era fruto de estupros realizados por homens desconhecidos. E negou qualquer tipo de abuso praticado por parte de algum integrante da família.

Após a prisão do suspeito, a mãe da menina confessou o crime por parte do companheiro. “Ela justificou a mentira pretérita para a proteção dos filhos e por não querer acreditar que um pai faz isso com a própria filha, nas palavras dela”, informou a delegada responsável, Ariadne Elloise Coelho. “A mãe ainda poderá ser indiciada pela omissão relevante”, completa.

O pai também confessou o abuso sexual contra a filha, afirmando que foi “fraqueza”, mas negou as ameaças e a situação de cárcere imposta à vítima.

O bebê de um ano foi encaminhado ao IML para coleta de material genético que comprove a paternidade.