sábado, 04/07/2020
Home Colunas Juliano Azevedo- Crônicas

Juliano Azevedo- Crônicas

Juliano Azevedo- Crônicas

Crônica: Parabólica da Observação

Olho pela janela, as nuvens escuras, uma chuva persistente, fininha. Antenas nos outros prédios sinalizam o amor à televisão. A minha está ligada para...

Crônica: Braço Torto

Brinquedos de parque me assustam, principalmente aqueles que caem, que rodam, que balançam. Ou seja, a maioria. Tenho trauma de roda gigante e não...

Crônica: Retrospectiva e Projeções

Devemos olhar para o hoje, o agora. Viver neste momento, pois o passado estará guardado nas memórias, nas boas lembranças e nos instantes que...

Crônica: Velocidade da Luz

Em um momento de alívio do cotidiano, observando as circunstâncias e algumas coincidências, percebi que estamos vivendo no automático da vida. São tantas as...

Crônica: É para segurar essa barra

O fim de cada ano é uma época que mexe com as nossas emoções, as nossas posturas e os planejamentos para algo novo que...

UM DIA COMUM. OU NÃO!

Acordou cedo, fora do horário normal, pois um compromisso o esperava logo em seu dia de folga. Cinco da manhã, a cama o expulsou...

Caminhe com quem acredita em você

Na floresta, a lagarta caminha solitária buscando reconhecer seu propósito de vida. Com seus minúsculos pés vai chutando a areia seca querendo respostas de...

Desopilando o fígado

Por que tanto rancor no seu peito? Mágoas escondidas de um tempo que ficou no passado, que já foi superado pelo seu suposto algoz....

O QUE A FOME FAZ

A conversa era com amigos do trabalho, durante o horário de almoço. Estávamos com fome no feriado e o pedido do prato feito já...

Confissões Musicais

Sábado, manhã de frio, liguei o rádio da sala. Há muito tempo, o aparelho estava solitário, sem energia elétrica. Culpa dos compromissos do fim...