Carlos Decotelli deixa MEC após falhas no currículo

1526

O ex ministro deixa o cargo depois de cinco dias da nomeação

O ministro da Educação, Carlos Decotelli pediu demissão na tarde desta terça-feira, (30), cinco dias após a nomeação feita por Bolsonaro. O agora ex Ministro da Educação encontrou o presidente no Palácio do Planalto que assinou a carta de demissã.

O motivo da saída do cargo se deu após a repercussão de acusações falsas inseridas no currículo do professor e de plágio em sua dissertação de mestrado.