Aplicação da segunda dose da vacina Pfizer é adiantada em Betim

261
Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Betim

A partir de agora, será de 56 dias após o recebimento da primeira dose

A prefeitura de Betim anunciou na tarde desta sexta-feira (15), que irá reduzir o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 para quem recebeu a vacina da Pfizer. 

Para atender à população que já cumpriu esse prazo de forma mais organizada e sem sobrecarregar o serviço das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), foi elaborado um cronograma para aplicação da D2 a partir da próxima segunda-feira (18).

Quem tem entre 35 e 26 anos – cerca de 26 mil pessoas em todo o município – e que recebeu a primeira dose da farmacêutica Pfizer há 56 dias ou mais, poderá receber a segunda dose na UBS de referência.

Além disso, o executivo municipal ressalta que os adultos acima de 35 anos que foram vacinados com a Pfizer dentro do prazo ou mais e que ainda não receberam a segunda dose também devem procurar a UBS referência para serem imunizados com a D2.

Adolescentes
E os adolescentes de 12 a 17 anos, com ou sem comorbidades, que já tenham 56 dias do recebimento da primeira dose, receberão o complemento da vacina na próxima quarta-feira (20/10), também nas 37 UBSs de Betim. No total, completarão o ciclo de imunização no município 1.300 jovens.

Dose de reforço

A dose de reforço está sendo aplicada em Betim em profissionais da saúde que tenham um intervalo de seis meses, 180 dias, após o recebimento da segunda dose da vacina, independente do imunizante utilizado. Também estão recebendo a terceira dose os quase 5.200 idosos moradores de Betim.

Os trabalhadores da saúde que atuam em clínicas privadas, nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), no CENSA, Proclin, CETUS, Banco de Leite, CRR, SEPADI, IML e Divino Braga, além dos demais trabalhadores da Secretaria Municipal de Saúde, a dose de reforço será aplicada no anexo do Cerest. Já os imunossuprimidos recebem a dose de reforço 28 dias após a aplicação da segunda dose.

Aos que forem se vacinar, não se esqueçam de levar um documento de identidade, o CPF, o cartão de vacina com o registro da primeira dose e o Cartão SUS. Essas informações são obrigatórias para que o registro da dose seja repassado ao Ministério da Saúde.

Confira abaixo o cronograma completo

Dose 2 – 56 dias após o recebimento da primeira dose da Pfizer

População adulta de 35 a 26 anos
Segunda-feira, 18/10 – pessoas com 35 e 34 anos
Terça-feira, 19/10 – pessoas com 33 e 32 anos
Quarta-feira, 20/10 – pessoas com 31 e 30 anos
Quinta-feira, 21/10 – pessoas com 29 e 28 anos
Sexta-feira, 22/10 – pessoas com 27 e 26 anos
Local: 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS)
Horário: de 8h às 17h

Adolescentes de 12 a 17 anos, com ou sem comorbidades
Quarta-feira, 20/10
Local: 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS)
Horário: de 8h às 17h

Industriais que receberam a vacina Astrazeneca
Até o dia 18/10
Local: Betim Shopping – avenida Edmeia Mattos Lazzarotti, 1.655, Ingá
Horário: de 8h às 17h

Dose de reforço

Intervalo de seis meses (180 dias) após o recebimento da segunda dose da vacina, independente do imunizante que foi utilizado.

Idosos
A partir de 18/10 – pessoas de 78 a 71 anos
A partir de 19/10 – pessoas de 70 a 65 anos
Local: 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS)
Horário: de 8h às 17h

Trabalhadores da Saúde
Terça-feira, 19/10 – 50 anos ou mais
Quarta-feira, 20/10 – 40 anos ou mais
Quinta-feira, 21/10 – 30 anos ou mais
Sexta-feira, 22/10 – 18 anos ou mais
Local: anexo do Cerest – rua Tocantins, número 301, Brasiléia
Horário: de 8h às 17h

*Estagiária sob supervisão