2019 com uma vida financeira mais saudável

69
Foto: Google Imagens

Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 60,7% das famílias brasileiras estão inadimplentes, cerca de 61,8 milhões de brasileiros segundo o Serasa Experian e o cartão de crédito é o maior vilão – 76,8% disseram ter débitos no cartão, em segundo lugar aparecem os carnês com 14,2% e em terceiro o financiamento de carros, 10,4% dos entrevistados.

A faixa etária mais inadimplente continua sendo a dos adultos entre 36 e 40 anos, com 47,3%, seguida pelos brasileiros entre 31 e 35 anos com 46,3%, um aumento de 1,98% em relação 2017, embora a inadimplência dos idosos não seja a maior é a que tem mais crescido nos últimos anos, isso porque a renda dos idosos tem composto grande parte da renda dos brasileiros, pois o número de desempregados tem crescido.

Numa situação como esta o planejamento financeiro familiar é a melhor saída, para dar sustentabilidade e controle de seus gastos e planejar o futuro.

Veja algumas dicas:

1)    Faça um levantamento dos seus gastos: Faça uma análise da sua vida financeira, primeiro levantando todas as suas dívidas, todas as contas atrasadas. E depois analise: quais serão suas metas para 2019? Quais os seus planos? Sonhos? Tudo isso deve ser considerado, colocado na ponta do lápis.

Assim é possível visualizar onde você tem maior vício de gastos, entender seu perfil financeiro, para que você possa criar metas de economia.

2)    Acompanhe suas receitas e despesas: Anote em uma planilha todos os seus gastos, suas contas, suas receitas, não se esqueça de anotar todas as suas despesas, principalmente aquelas que você compra com dinheiro quando está na rua, elas impactam diretamente no seu resultado.

3)    Compare os preços antes de comprar os produtos: As pesquisas de preço são fundamentais, é importante criar este hábito, além de economizar muito dinheiro com a pesquisa de preço.

4)    Compre somente o que você precisa: Sempre saia com listas prontas, pesquisas feitas e avalie sempre: eu preciso deste objeto?

5)    Pague a vista: Principalmente se houver desconto.

6)    Utilize o Cartão de Crédito quando for vantajoso: Cuidado com os cartões! Eles são os maiores vilões da inadimplência. Tenha consciência do seu uso. Abdique dos cartões de lojas.

7)    Tenha metas financeiras: Metas de poupança realistas e sempre revisite suas metas.

8)    Viva de acordo com sua situação financeira: Gaste, planeje e viva de acordo com o seu salário.

9)    Procure uma renda extra: uma possibilidade de aumentar seu fluxo financeiro é fazendo alguma atividade de renda extra.

10)  Acompanhe mensalmente e de perto suas finanças.

Cuidar das finanças é um exercício árduo e requer um carinho especial. Mas, vale a pena. Não perca a paciência, tente, refaça. Tenham em mente os benefícios futuros de um planejamento feito hoje.

Lembre que, mesmo se em determinado momento você se perder, pode recomeçar, faça e  refaça os exercícios de cuidado com sua saúde financeira, utilize todas as ferramentas disponíveis, como os aplicativos para smartphones e as planilhas financeiras.

Vamos começar a ter uma vida financeira mais saudável em 2019?

Pamela Sobrinho é economista e Conselheira do CORECON-MG